Voando por..

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Sem coragem..

O fato mesmo, é que eu já me acostumei. Nunca vou conseguir dizer tudo o que quero e o que não quero pra você. É  difícil demais usar de minha sinceridade latente, quando sei que vou magoar alguém que me ama tanto. E que eu amo tanto. Já tantas vezes ensaiei o que iria te dizer, ou melhor, lhe pedir. Mas é que cada vez que te vejo, que olho nos teus olhos..falta-me coragem, falta-me força de vontade para pedir o que metade de mim não quer. É mais difícil tomar uma decisão quando parte de você não concorda com ela. A parte de mim que nunca quer te magoar. Você ficaria chateado eu sei. Mas acho que consigo lidar melhor com minha frustração do que com sua tristeza. Detesto causar qualquer ruga que destrua esse seu sorriso que me ilumina por inteira. Nem precisava de palavra nenhuma, só isso já me serve de abrigo, de suporte pra não querer que nada estrague essa felicidade toda. Mas é só estar longe que eu me lembro o que queria ter dito, bem a tempo de me lembrar o porque não disse. E reafirmar para mim mesma, que não é nada demais, e que pode ser deixado pra depois. Esperando os problemas e minhas incertezas desaparecerem como as nuvens negras que vejo da janela do meu ônibus. Ou que esperem até que eu possa tomar coragem de novo.



E eu nem sabia o quanto dói, não te ter.

3 comentários:

  1. Nem preciso dizer que não parte de mim, mas eu inteira identifiquei-me muito com esse texto, a ponto de sentir raiva que você tenha conseguido expressar em palavras meu conflito interno, hahaha. A parte da raiva é brincadeira, mas só dela. Espero que nós duas possamos um dia conversar e perceber que não há mais esse conflito, essa confusão, e que todas as partes da gente buscar e quer a mesma coisa, e que nosso corpo e nossa alma soem unanimes o caminho dos nossos sonhos.

    ResponderExcluir
  2. O importante mesmo é ter a certeza do que se quer. O resto vêm com o tempo.

    Parabéns, Fernanda.
    Belo espaço.

    ResponderExcluir